NOTÍCIAS

Centro de Pesquisas Judiciais da AMB reúne acervo sobre o Judiciário em plataforma digital

Os estudos produzidos pelo Centro de Pesquisas Judiciais da Associação dos Magistrados Brasileiros (CPJ/AMB) estão agora reunidos no site do órgão, para que a comunidade jurídica tenha acesso às produções acadêmicas elaboradas pelo CPJ. Criado em 2019 sob a direção do ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luis ​Felipe Salomão, o centro tem a finalidade de realizar análises e diagnósticos sobre problemas estruturais e conjunturais de persos segmentos da magistratura e do Poder Judiciário.O ministro Salomão explicou que a nova plataforma permite o acesso às notícias do CPJ e à íntegra de todas as pesquisas feitas pela AMB. O acesso está disponível não só aos magistrados, mas, também, aos pesquisadores que pretendem expandir seus trabalhos acadêmicos. "Será um grande diálogo com a sociedade em torno de relevantes pesquisas que já fizemos e que ainda faremos", avaliou o ministro, que destacou, ainda, a iniciativa no sentido de contribuir para a transparência do sistema de justiça e para o fomento de estudos científicos.O site possui layout moderno e recursos que garantem fácil navegação. Outra novidade é a ferramenta hand talk, que traduz simultaneamente conteúdos em português para a língua brasileira de sinais. O aplicativo tem o objetivo de promover a inclusão social de pessoas surdas. Além disso, o dispositivo atende também a pessoas com deficiência visual.Pesquisas de qualidadeA presidente da AMB, Renata Gil, acredita que a criação do site do CPJ é uma conquista importante para os pesquisadores do direito. "Estamos investindo em novas tecnologias para pulgar um acervo de pesquisas de alta qualidade sobre a magistratura brasileira. A plataforma digital é o caminho que o Judiciário tem buscado para atender às urgências da sociedade, de forma inovadora e eficiente", destacou a magistrada e primeira mulher a ocupar a presidência da associação desde a sua criação, há 70 anos.Na página da CPJ, é possível conhecer os estudos desenvolvidos pela AMB desde 1996 até as últimas pesquisas coordenadas pelo órgão. Os usuários também podem acessar documentos e principais atualizações sobre o trabalho do centro. Na aba "Institucional", opção "Conheça o CPJ", concentram-se as informações sobre a origem do órgão.As normas internas também estão disponíveis na aba "Regimento Interno", em que os interessados podem conhecer a natureza, os objetivos e as atividades do CPJ. Ao clicar em "Diretoria", há um redirecionamento para informações relacionadas aos seus quatro integrantes, que estão sob a coordenação do diretor do centro, ministro Luis Felipe Salomão. Cabe destacar, ainda, que o site reservou um espaço dedicado aos concursos, no qual ficarão disponíveis os editais e resultados dos vencedores.Por fim, o site hospeda um rico acervo que reúne dados, análises e diagnósticos obtidos por intermédio de pesquisas e estudos a respeito de problemas estruturais e conjunturais da magistratura. Artigos, livros e revistas também se agregam a esse material.​​
03/08/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia